O mundo esticou o pescoço diante da Burj Dubai, a obra mais alta já construída pelo homem, inaugurada em Dubai nesta segunda (4). De concreto e aço por dentro, e vidro e alumínio por fora, sua altura oficial foi um segredo bem guardado até o último segundo: 828 metros. Na comparação com outro prédio famoso o Empire State, de Nova York, com 443,2 metros , seria preciso botar dois “Empires”, um em cima do outro, para chegar à altura da torre de Dubai. O prédio mais alto do Brasil é o Mirante do Vale, no centro de São Paulo, com 170 metros. Uma Burj vale quase cinco Mirantes. Um casal de visitantes brasileiros tem que fazer ginástica para encaixar o prédio na foto. (É a) pequenez ea grandeza do homem ao mesmo tempo. Pequeno pelo tamanho ea grandeza de ter construído tudo isso, comenta o pesquisador Renato Penteado. Eu sempre falo: o Brasil é o que Deus fez, a natureza do verde, do mar, da água. Aqui, não. Aqui é o que o ser humano consegue construir, elogia a fisioterapeuta Maritza Steffenhagen. A Burj Dubai ganha até da natureza brasileira: o Morro do Corcovado mede 710 metros. Com a estátua do Cristo Redentor chega a 748 metros. Nem assim supera o ediíficio árabe. A torre pode ser vista a 95 quilômetros de distância, tem 167 andares e 12 mil operários trabalharam na construção. E muitos ainda cuidam de detalhes, como o nome oficial, Burj Khalifa. Burj quer dizer torre em árabe, e Khalifa é uma homenagem ao presidente dos Emirados Árabes. Mas todo mundo chama de Burj Dubai